tipos de inovação tipos de inovação

Tipos de inovação: qual é o melhor formato para a sua empresa?

4 minutos para ler

Inovação nada mais é que introduzir uma alteração no andamento regular de algo. Em outras palavras, é inserir uma novidade. Esse termo, na linguagem própria do empreendedorismo, é normalmente utilizado para se referir ao conjunto de novidades que, de fato, trazem um resultado positivo para a organização.

O que pode oferecer modificações significativas para o negócio é conhecer os tipos de inovação, suas peculiaridades e aplicabilidade, principalmente em relação à otimização de processos e de produtos. Afinal de contas, depende do conhecimento e da comparação entre os prováveis caminhos, encontrar o modelo que seja mais viável em conformidade com os recursos disponíveis.

Neste post, falaremos sobre os tipos de inovação mais comuns para a sua empresa. Confira!

Inovação de processos

A inovação pode ser utilizada no conjunto de ações necessárias para conseguir alcançar um dos objetivos da organização. É bem comum que os gestores e líderes busquem novas formas de colocar as suas soluções no mercado, melhorando os processos produtivos — isto é, a maximização da produtividade e a redução de custos.

A utilização da análise de Big Data ao criar e desenvolver produtos e o emprego da Internet das Coisas ao design e produção de bens são ótimos exemplos muito atuais de inovação em processos.

Inovação de produtos e serviços

De pacotes de bolachas aos novos modelos de smartphones, percebemos a inovação de produtos todos os dias nas prateleiras das lojas e outros modos de comércio. Ela envolve as modificações de função, design, mecanismos, hardware e software que acontecem nas soluções colocadas no mercado.

Nesse cenário, também é possível falar sobre inovações em serviços — pois a forma como uma tarefa é realizada pode, da mesma forma, se favorecer de novas ideias e mais ofertas de tecnologia.

Inovação geral e setorial

É possível ainda que a inovação aconteça na organização como um todo — mudança no ramo de atividade, na cultura organizacional, no modelo de negócios etc. ou em um de seus departamentos (contábil, jurídico, de vendas etc.).

Dessa forma, será essencial conhecer as peculiaridades de cada setor, a fim de implementar os tipos de inovação mais adequados, visto que, em toda empresa, há alguns departamentos mais conservadores e outros mais ousados.

Inovação radical

Quando o assunto é inovação radical, é exatamente o conceito que temos em mente em relação à palavra inovar, ou seja, vai gerar uma mudança total e com grande visibilidade. Consequentemente, ela pode proporcionar em novas empresas inovações tecnológicas mais revolucionárias, que ainda não estão presentes no mercado.

Esse tipo de inovação foca no impacto de longo prazo e pode englobar o deslocamento de produtos atuais, a alteração do relacionamento entre clientes e fornecedores e a formação de categorias novas de produtos. Esse foi o tipo de inovação utilizado pela Apple realizado no ramo de computadores e, depois, de celulares. Mudou absolutamente tudo, amplamente e de forma definitiva.

Agora você conheceu os principais tipos de inovação possíveis nas empresas. Caso esteja em uma organização ou seja gestor de uma equipe, funciona da mesma forma: observe tudo ao seu redor, busque sempre por oportunidades de melhorias, escute mais seus clientes e analise novas maneiras de ajudá-los na rotina, observe as restrições que ela apresenta e faça testes para conseguir definir o tipo de inovação que fará toda diferença no seu negócio.

Conseguiu compreender os tipos de inovação existentes? Então, aproveite e deixe o seu comentário abaixo com a sua opinião ou dúvida sobre o assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário