O que é Liderança Situacional e como ela pode ajudar a organização?

3 minutos para ler

O líder ocupa um papel vital na empresa, sendo responsável não só pela imagem diante dos stakeholders, como também inspirando os funcionários e coordenando as atividades. Há diversos modelos de liderança, mas, neste post, queremos apresentar o que é liderança situacional e como ela pode ajudar o seu negócio.

Esse estilo de gestão tem muito a ver com o panorama corporativo atual, no qual as mudanças acontecem em ritmo acelerado e cobram dinamismo para que não ocorra a estagnação.

Quer entender melhor o assunto? Continue a leitura!

O que é liderança situacional?

Trata-se de um modelo de gestão no qual o líder adapta o seu comportamento de acordo com o desafio que a equipe está enfrentando. Em outras palavras, esse estilo de liderança é mutável e procura se encaixar, com confiança, na maturidade das pessoas que compõem o time.

O conceito surgiu com a teoria de Paul Hersey e Kenneth Blanchard, que sempre defenderam que o líder deve se adaptar ao perfil de suas equipes, levando em consideração o tipo de tarefa a ser desenvolvida e a natureza do grupo.

Quais são os benefícios de mantê-la na empresa?

A liderança situacional ajuda no alcance de resultados como um todo. Podemos destacar os seguintes pontos positivos.

Flexibiliza o cotidiano

O líder situacional comunica-se de maneira diferente com os funcionários, conduzindo-os de acordo com as demandas do momento. Isso traz maior mobilidade e aumenta a motivação interna, ajudando na solução de problemas.

Melhora a comunicação

Esse modelo de liderança exige uma comunicação clara e adequada, aumentando a eficiência desse diálogo. Com isso, há a construção de uma relação de confiança, contribuindo com o clima organizacional e, consequentemente, com a produtividade e o índice de retenção de funcionários.

Eleva o nível de confiança no time

Alguns dos pilares da liderança situacional são o nível de autonomia e a maturidade dos funcionários. Além de ajudar na delegação de tarefas e estabelecer uma relação de confiança entre gestor e equipes, esses funcionários ficam mais confiantes no exercício de suas atividades e apresentam maior engajamento no trabalho.

Aumenta a resiliência

A melhora do clima organizacional, o aumento no nível de confiança e a comunicação mais eficiente trazem um crescimento da resiliência da equipe. Assim, é possível enfrentar os problemas com mais facilidade, conduzindo as atitudes e os processos corretos para cada situação.

Como colocar a liderança situacional em prática?

A liderança situacional baseia-se em três aspectos para que seja executada:

  • diagnóstico: identificação das necessidades da situação atual;
  • adaptabilidade: habilidade para transitar nos diversos estilos de liderança, empregando o que for mais adequado ao momento;
  • desempenho: saber exatamente qual tipo de liderança aplicar.

É importante ressaltar que o grau de maturidade de cada funcionário influencia na abordagem da liderança, e que esse conceito está totalmente ligado à própria capacidade e desenvolvimento.

Entendendo melhor o que é liderança situacional, é possível trabalhar na aquisição das competências necessárias e aplicá-la na sua empresa. Por ser um modelo de gestão dinâmico e mutável, é totalmente indicado para o ritmo das mudanças do mercado corporativo atual.

Aproveite para entrar em contato conosco e conhecer mais sobre como podemos ajudar no desenvolvimento dessas habilidades!

Posts relacionados

Deixe um comentário